Blog: natgeek

Serratia marcescens em placa com Agar Mueller-Hinton (MH)

Presente na familia Enterobacteriaceae, utiliza-se testes como Dnase, gelatinase para sua identificação, é um isolado muito comum em materiais clínicos, tem pigmento vermelho produzido por algumas cepas. Ler mais…


Plano de ensino e bibliografia recomendada

Plano de ensino e bibliografia recomendada. Bibliografia recomendada acesse os links abaixo para baixar gratuitamente os ebooks em pdf. Ler mais…


Fungi Biology and applications.pdf

Fungi: Biology and applications.pdf. Autor: Wiley Idioma: Inglês Formato: PDF Número de Páginas: 293 Tamanho do arquivo: 4,84 MB Ler mais…


Dictionary of Microbiology & Molecular Biology.pdf

Dictionary of Microbiology Molecular Biology.pdf. Baixe a Versão em PDF do livro Dictionary of Microbiology & Molecular Biology em inglês. Ler mais…


Ácool a 70%

O álcool a 70% é mais eficaz que o álcool a 96% que normalmente compramos nas farmácias. Parece inacreditável, mas é verdade! Eu também duvidei quando me ensinaram isto no curso, mas depois de me explicarem o fundamento da afirmação tudo se tonou mais lógico. Ler mais…


Leite I

O leite é dos alimentos mais utilizados na dieta humana sendo consumido em todas as faixas etárias devido ao seu excelente valor nutricional, fonte de nutrientes, proteínas, hidratos de carbono e sais minerais. Devido à sua riqueza nutricional e à sua origem animal, este torna-se susceptível à colonização por microrganismos. É portanto, necessário fazer um controlo microbiológico do leite. Este controlo inicia-se com a sanidade do animal, condições de higiene durante a ordenha, bem como, em todas as etapas do seu processamento. Estes cuidados visam reduzir a contaminação microbiológica do produto final, tentando minimizar o risco de desenvolvimento de doenças relacionadas com o consumo de leite, melhorando assim a sua qualidade e dos seus derivados.  Ler mais…


Fisiologia Bacteriana

O crescimento e divisão celulares necessitam de um ambiente propício com Todos os constituintes químicos e físicos necessários para o seu metabolismo. Essas necessidades específicas são dependentes de informações genéticas para cada espécie Bacteriana. Algumas espécies com vasta flexibilidade nutricional, como as Pseudomonas, são capazes de sintetizar muitos de seus metabólitos a partir de precursores simples, enquanto outras espécies são mais exigentes, como as Porphyromonas e Treponemas, que necessitam de nutrientes complexos para o crescimento e reprodução. Ler mais…


Staphylococcus

Os estafilococos são células esféricas Gram-positivas que geralmente se dispõem em cachos irregulares semelhantes a cachos de uva. Crescem rapidamente em diversos meios de cultura e mostram-se ativos metabolicamente, fermentando carboidratos e produzindo pigmentos que variam de branco a amarelo intenso. Alguns são membros da microbiota da pele e das mucosas de humanos, outras provocam supuração, formação dos abscessos, várias infecções piogênicas e até mesmo septicemia fatal. Os estafilococos patogênicos hemolisam o sangue, coagulam o plasma e produzem uma série de enzimas e toxinas extracelulares. Ler mais…


Introdução Básica Sobre Fungos

Por muito tempo os fungos foram considerados vegetais mas a partir de 1969, foram classificados em um reino à parte, o Reino Fungi (TRABULSI et al., 1999). São tambem conhecidos como bolores, mofos ou cogumelos, estão interferindo constantemente em nossas atividades diárias. Ler mais…


Serratia

O género Serratia pertence à família Enterobactereaceae e contém 13 espécies descritas, sendo de referir a Serratia marcescens, Serratia liquifaciens, Serratia rubidaeum, Serratia ficaria, Serratia fonticola. Distribuído amplamente na natureza, este género de microrganismos, são encontrados no solo, água, plantas e, como indica o nome da família, no trato intestinal de seres humanos e animais. Ler mais…


Revisando Bactérias

Bactérias. As bactérias são os mais simples organismos encontrados na maioria dos ambientes naturais. Elas são células esféricas ou em forma de bastonetes curtos com tamanhos variados, alcançando às vezes micrômetros linearmente. Na maioria das espécies, a proteção da célula é feita por uma camada estremamente resistente, a parede celular, havendo imediatamente abaixo uma membrana citoplasmática que delimita um único compartimento contendo DNA, RNA, proteínas e pequenas moléculas.
Ler mais…


O que são salmonelas

O que são salmonelas As salmonelas são bactérias Gram negativas não esporuladas e móveis pertencentes à família Enterobacteriáceas. Ler mais…


Atenção aos usuarios do jaleco.

Medicina pesquisa a presença de microorganismos em jalecos

A pesquisa “O potencial da vestimenta médica como possível fonte e veículo de transmissão de microorganismos”, desenvolvida pelas alunas de Medicina Fernanda Dias e Débora Jukemura, com a orientação da professora Maria Elisa Zuliani Maluf, foi concluída. O estudo revela se o uso de jaleco é ou não um importante equipamento de proteção individual (EPI) para os profissionais da saúde. O objetivo da pesquisa foi comparar a microbiota  existente nos jalecos utilizados por  estudantes de medicina, sobretudo nas mangas (região do punho) e na própria pele dessas pessoas, com a encontrada na dos não usuários de jaleco. As pesquisadoras correlacionaram o grau de contaminação e a patogenicidade dos microorganismos encontrados com as seguintes variáveis: dia em que foi realizada a coleta, frequência de lavagens semanais do jaleco, uso por homens e mulheres e o ano de graduação dos estudantes. O estudo foi realizado em um hospital universitário do estado de São Paulo, onde foram avaliados 96 estudantes de medicina, distribuídos nos seis anos da graduação (após o contato com pacientes) que atuam na enfermaria de clinica médica. A metade usava jalecos (de mangas longas) e a outra não. Os resultados da pesquisa indicam que a contaminação dos jalecos está presente em 95,83% das amostras. “Essa elevada taxa de contaminação pode estar relacionada ao contato direto com os pacientes, aliada ao fato dos microorganismos poderem permanecer entre 10 e 98 dias em tecidos encontrados em hospitais, como algodão e poliéster”, explicam as alunas Fernanda e Débora. O estudo ainda revela que os jalecos dos estudantes de medicina estão geralmente contaminados, principalmente nas áreas de frequente contato, como mangas e bolsos, e o principal microorganismo identificado foi o Staphlococcus aureus,uma bactéria hoje considerada, como uma das principais agentes de infecção hospitalar. A Organização Mundial de Saúde (OMS), entre outras instituições de referência em Biossegurança, recomendam a utilização de jalecos a fim de fornecer uma barreira de proteção contra acidentes e incidentes e reduzir a oportunidade de transmissão de microorganismos. Todavia, nesse estudo, a  pele da região do punho, tanto nos usuários quanto nos não usuários, estava contaminada em 97,91% e 93,75% respectivamente. “Evidencia-se assim, que a contaminação da pele dos usuários de jaleco não difere significativamente daqueles que não fazem seu uso, indicando que sua função como EPI pode ser novamente questionada”, ressalta a professora Maria Elisa. Segundo as alunas o estudo também revela que a prática da lavagem das mãos, em ambos os grupos, não está adequada. “Essa prática deve ser estimulada antes e depois do contato com os pacientes, pois consiste numa conduta simples, de baixo custo e muito importante na prevenção de infecções hospitalares”, esclarece. “Além disso, a falta de higiene das mãos aumenta a contaminação dos jalecos, por ser frequentemente tocados pelos médicos no exercício da sua profissão”, completa.  Os resultados mostraram ainda que o número de microorganismos patogênicos aumentou consideravelmente nas coletas realizadas entre segunda e quinta-feira. “Em resumo, a função do jaleco como equipamento de proteção individual (EPI) é questionável e esse instrumento pode representar um possível veículo de transmissão de microorganismos associado à infecção hospitalar se seu uso não for aliado a cuidados adequados”, conta a professora orientadora da pesquisa.


2017 07 16 356

Você sabia?

A bacteriologia é a ciência que estuda todos os aspectos relacionados às bactérias.

Acesse o blog http://books.jar.io para baixar ebooks free em diversos formatos.
Acesse http://torrents.jar.io para acessar diversos materiais disponíveis em torrents (magnetliks).

O blog http://ervas.jar.io publica sobre diversas metodologias de cultivos e propriedades das ervas.


Bactérias da pele podem servir como impressão digital

Bactérias da pele podem servir como impressão digital