Microrganismos e alimentos.

A indústria alimentar tem, cada vez mais, apresentado novidades, sendo uma das mais recentes a descoberta de alimentos que desempenham funções benéficas ao organismo humano, como prevenção de doenças, protecção de órgãos e tecidos, manutenção das reacções básicas, entre outros. Esses alimentos são chamados alimentos funcionais. Como exemplo de alimentos funcionais temos os probióticos.
Os probióticos são alimentos aos quais se adicionam microrganismos vivos, que ao serem consumidos, actuam no trato gastrointestinal do hospedeiro melhorando o balanço microbiano intestinal do mesmo. Esses microrganismos são adicionados aos alimentos, como os leites fermentados, por exemplo. As bactérias mais conhecidas que exercem essa função são as Bifidobacterium e Lactobacillus, em especial Lactobacillus acidophillus. Elas actuam produzindo compostos como as citoquinas e o ácido butírico que são antimicrobianos e antibacterianos que favorecem a presença de bactérias benéficas ao organismo e diminuem a concentração de bactérias e microrganismos indesejáveis. São vários os efeitos benéfícos à saúde humana o consumo de probióticos, como o alívio à intolerância à lactose e melhora da imunidade. Algumas evidências sugerem que os probióticos desempenham papel importante na redução da diarreia por rotavírus e do cancro de cólon.