MONITORAMENTO DA FORMAÇÃO DE BIOFILME EM TORRE DE REFRIGERAÇÃO

A colonização bacteriana de cupons de latão e de aço carbono AISI
1020 foi avaliada após 60 dias de exposição à água de um sistema de resfriamento de
refinaria. Foram quantificadas bactérias aeróbias, anaeróbias e redutoras de sulfato
(BRS) tanto na fase séssil quanto na fase planctônica. A predominância de bactérias
aeróbias foi observada em ambas as fases. Nos biofilmes formados sobre latão e aço
carbono foram detectadas 1,0105 cels/cm2 e 3,7106 cels/cm2, respectivamente. As
bactérias anaeróbias sésseis também estiveram presentes em maior número no aço
carbono. Entretanto, as BRS só foram detectadas na fase planctônica. A taxa de corrosão
para o aço carbono de 14,7 mpy foi 4 vezes maior do que a observada para o latão.
Paper completo disponivel em PDF …>>PDF