Blog: Biossegurançaagentes biológicos

Procedimentos de biossegurança

Procedimentos de biossegurança. Os procedimentos de biossegurança ou práticas laboratoriais seguras compreendem medidas a serem adotadas desde a recepção do usuário ou de amostras até a emissão do laudo final. O objetivo é prevenir e reduzir os riscos para os profissionais do laboratório, incluindo a equipe de apoio (limpeza, manutenção), para a comunidade e para o meio ambiente. Essas medidas estão relacionadas com o nível de biossegurança do laboratório e incluem: * A adequação do ambiente laboratorial e da área de trabalho; * Os cuidados com a higiene pessoal; * A imunização da equipe do laboratório; * O uso de Equipamentos de Proteção Individual – EPIs e de Equipamentos de Proteção Coletiva – EPCs; * O treinamento dos profissionais do laboratório; * A adoção de procedimentos seguros na manipulação de material biológico e de substâncias químicas; * A utilização de processos adequados e seguros de limpeza e descontaminação: do ambiente laboratorial; dos equipamentos e outros materiais utilizados; dos resíduos produzidos nas atividades laboratoriais; * A segregação, acondicionamento e envio para descarte final do resíduo infectante e do resíduo químico de maneira correta; * O estabelecimento de procedimentos a serem seguidos em caso de acidentes. Procedimentos Operacionais Padrão (POP) Os POPs são protocolos que descrevem detalhadamente cada atividade realizada no laboratório, desde a coleta ou a recepção da amostra até a emissão do resultado final da análise, incluindo a utilização de equipamentos, procedimentos técnicos, procedimentos e cuidados de biossegurança e condutas a serem adotadas em caso de acidentes. Os POPs têm como objetivo padronizar todas as ações para que diferentes profissionais possam compreender e executar, da mesma maneira, uma determinada tarefa. Assim, devem: * estar escritos em linguagem clara e completa, possibilitando a compreensão e a adesão de todos; * ser realistas para que os profissionais possam, de fato, seguir o estabelecido. * ser atualizados regularmente e suas alterações realizadas em conjunto pelos profissionais. Atenção * Os POPs devem estar disponíveis em local de fácil acesso e conhecido de todos os profissionais que atuam no ambiente laboratorial; * Os profissionais do laboratório devem assinar um termo atestando que conhecem e se comprometem a cumprir o estabelecido nos POPs.


Níveis de biossegurança do laboratório

Níveis de biossegurança do laboratório. O Nível de Biossegurança (NB) de um laboratório é o nível de proteção proporcionado aos profissionais do laboratório, ao meio ambiente e à comunidade. Existem quatro níveis de biossegurança ou níveis de contenção laboratorial: NB-1, NB-2, NB-3 e NB-4.

Os níveis de biossegurança compreendem os critérios mínimos para o projeto arquitetônico, para as barreiras primárias (equipamentos de contenção) e para as práticas padrões e especiais necessárias no laboratório.

Esses níveis estão em ordem crescente de proteção e têm relação com as classes de risco dos agentes biológicos. A maior classe de risco dos agentes biológicos manipulados determina o Nível de Biossegurança que deve ser adotado no laboratório.

Os laboratórios de DST, Aids e Hepatites Virais são normalmente de Nível de Biossegurança 2 – NB2. Podem ter áreas de Nível de Biossegurança 3 (NB3), dependendo dos fatores de avaliação de risco e das técnicas utilizadas.